tartaruga porto de galinhas

Preservação ambiental em Porto de Galinhas: turismo e responsabilidade ambiental

As praias de Porto de Galinhas são um destino muito procurado e se destaca por sua areia branca, águas azuis e piscinas naturais cristalinas. De acordo com o Traveler’s Choice Award 2020, Porto de Galinhas é o 7º destino mais popular na América do Sul.

Contudo, além de suas belezas naturais, Porto de Galinhas também se destaca pela sua preservação ambiental. Segundo o Ministério do Turismo, com estudo em parceria com o Sebrae-PE e a Fundação Getúlio Vargas, Porto de Galinhas é o destino brasileiro que mais se preocupa em valorizar seu patrimônio ambiental.

Quer entender um pouco mais sobre como acontece a preservação ambiental em Porto de Galinhas? Leia nosso artigo!

Imagem: cariocandoporai.com.br

O papel do município de Ipojuca

Quando o assunto é preservação ambiental em Porto de Galinhas, não podemos deixar de citar o papel essencial da prefeitura da região. O município de Ipojuca tem uma efetiva atenção à preservação das reservas ecológicas, e promove diversas ações relacionadas ao meio ambiente e o correto descarte de resíduos dos serviços de saúde.

Imagem: cristinalira.com.br

Passeios sustentáveis

O passeio de jangada para as piscinas naturais é uma atração clássica e imperdível para aqueles que visitam a região. Durante a maré baixa, é possível aproveitar as incríveis piscinas naturais de águas cristalinas e observar os corais e os peixinhos. 

Porém, os passeios além de maravilhosos, são organizados com responsabilidade, garantindo a sustentabilidade econômica e ambiental dos ribeirinhos. Isso tudo acontece através de programas educativos e orientações para o turismo da região promovidos pela Prefeitura de Ipojuca, através da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente.

Imagem: @viajareumprazer

Projetos sociais

Bem como, em Porto de Galinhas, existem dois importantes projetos sociais, compostos por biólogos da região que lutam pela preservação de espécies marinhas. Entre eles, o Ecoassociados, dedica-se à pesquisa, proteção, ao tratamento e ao mapeamento genético das tartarugas-marinhas e o Hippocampus, criado em 2001 com o objetivo de preservar e pesquisar sobre a vida dos cavalos-marinhos que estão ameaçados de extinção. 

Imagem: @viajareumprazer

COMPARTILHAR

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Adultos, 0 Crianças
Adultos
Crianças
Guardar Informação
Reserve agora, com o melhor preço garantido
Open chat